Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010

POESIA EM FAMÍLIA

Como é do conhecimento de todos, nós em casa, com a ajuda dos nossos pais escrevemos poesias relacionadas com os temas que vão surgindo e que estão relacionados com diversos acontecimentos.

Durante o primeiro período trabalhámos o Outono, os frutos de Outono, as vindimas, as desfolhadas, a alimentação, Dia do não Fumador, S. Martinho,  Direitos das crianças,Festas Nicolinas e Natal.

É um prazer fazer poesia.

Deixámo-las aqui para poderem ler e apreciar o nosso trabalho.

publicado por saladosoceanos às 19:50
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010

AS NOSSAS MENSAGENS DE NATAL

Esta época é sem dúvida mágica.

Vamos mostrar um filme onde se pode ver e ouvir as nossas mensagens de Natal.

Apresentamos trabalhos realizados por nós em casa e na escola.

A nossa festa de Natal foi muito divertida , tivemos a presença de um mágico que iluminou a nossa alegria.

Esperamos que todos passem um feliz e santo Natal.

 

publicado por saladosoceanos às 00:16
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

ATÉ SEMPRE AMIGA

As nossas flores simbolizam Verdadeira Amizade...

 

O nosso blogue serve para divulgar acontecimentos agradáveis, mas desta vez foi o contrário.

A nossa amiguinha Vanessa vai-nos deixar.Por um lado ficámos tristes mas por outro ficámos muito felizes pois agora ela vai ter uma família de verdade e vai ser uma menina realizada e amada pelos seus avós.É claro que vamos ter saudades dela mas como ela diz "Os amigos são para sempre".

Nunca nos esqueceremos dde ti e esperamos do fundo do coração que sejas muito feliz!

Recorda-nos com carinho...Os teus amigos e professora.

publicado por saladosoceanos às 23:20
link do post | comentar | favorito
|

PARABÉNS

No mês de Dezembro estiveram de Parabéns a Bárbara (dia 3) e o Tiago(dia 2).

Para eles os nossos parabéns!!!

publicado por saladosoceanos às 23:12
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

NATAL

Como o Natal se aproxima a passos largos temos trabalhado em Língua Portuguesa e Expressões este tema que muito gostamos.

 Estivemos a preencher uma Árvore de Natal, que no seu interior tem todas as palavras que nos fazem lembrar esta festa.

 Quase todos escrevemos muitas palavras em comum, para nós Natal é...

 -Paz, Amor, Alegria, Reunião, Harmonia, Lar, Aconchego, Solidariedade,Nascimento, Presentes, Jesus ...

 

Também escrevemos quadras para contornar o nosso Anjo de Natal

 

 Natal festa de luz

 De amizade, paz e amor

 As famílias reúnem-se

 Para acolher o Salvador.

 

Pessoas felizes

Numa azáfama sem igual

Crianças impacientes

Esperando a chegada do Pai Natal.

  

publicado por saladosoceanos às 11:36
link do post | comentar | favorito
|

ISQUEIRO MÁGICO

A Vanessa hoje contou-nos a história de um isqueiro mágico que valia uma verdadeira fortuna.

 

Era uma vez um soldado chamado Hans.Como não havia guerras andava à procura de emprego.

Teve a proposta de uma velha que lhe disse que se ele descesse a um poço onde existiam muitas moedas de ouro e que seriam dele se lhe trouxesse um isqueiro.

Prontamente o soldado desceu ao poço e encontrou as moedas de ouro, três cães e um isqueiro.

Os cães ofereceram-se para servi-lo no que fosse necessário.

Quando já estava cá em cima Hans resolveu ficar com o isqueiro, mas a velha ficou tão furiosa que se transformou num tigre.

Hans puxou da sua espada e com a ajuda dos cães conseguiu afastar o animal.

Os cães também desapareceram e o soldado cansado foi à procura de uma pousada.

Quando lá chegou o estalajadeiro contou-lhe que no palácio vivia uma princesa presa nos seus aposentos por causa de se querer casar com um soldado pobre.

Hans gostou do que ouviu e quando acendia o cachimbo com o isqueiro apareceu um dos cães.

O soldado pediu-lhe que o levasse ao castelo.

Como era um cão encantado conseguiram entrar no castelo sem que ninguém os visse.

Mal viu a princesa, Hans, apaixonou-se imediatamente.A criada ouviu a conversa e chamou os guardas que logo prenderam o pobre soldado.

Quando estava preso lembrou-se que tinha deixado o isqueiro na pousada.Pediu a um rapaz que se lho trouxesse teria em troca uma moeda de ouro.

Já com o isqueiro na mão Hans, acendeu-o e apareceram os três cães.

Os guardas ao ouvirem o ruído entraram na cela e os cães atiraram-se a eles.

Hans foi visitar o Rei e pedir-lhe a mão de sua filha em casamento.O Rei aceitou, não havia forma de fugir ao destino.

Para Hans aquele isqueiro era a sua fortuna.

publicado por saladosoceanos às 10:57
link do post | comentar | favorito
|

O PEQUENO ALFAIATE

O Marco contou mais uma bela história dos Contos de Grimm.

 

Quando passou um agricultor na rua a vender compotas o alfaiate resolveu comprar para comer com pão.

Enquanto trabalhava ia comendo.Poisou uma fatia de pão e as moscas atraídas pelo cheiro caíram-lhe em cima .

Enervado o alfaiate matou sete moscas de uma só vez.

Ficou orgulhoso e pensou que tal acto devia ser divulgado pela Aldeia.Então coseu rapidamente um cinto onde dizia:"Sete de um só golpe."

Colocou o cinto e correu para a rua para que todos ficassem a saber da sua coragem.

Estava tão entusiasmado que foi parar a uma montanha onde estava um gigante.

O gigante para pôr à prova a força do alfaiate desafiou-o a retirar um enorme carvalho da floresta.

O alfaiate logo aceitou.Disse ao gigante para se encarregar do tronco que ele encarregar-se-ia dos ramos e da ramagem.

O tonto do gigante como não se podia virar nem se apercebeu que carregava sozinho a árvore,pois o esperto do alfaiate ia sentado comodamente nos ramos.

Passado algum tempo o gigante teve de parar porque estava muito cansado.O alfaiate armado em valente fez troça dele.

Este mentiroso conseguia sempre escapar ,até que chegou aos ouvidos do Rei a valentia do alfaiate.

O Rei convidou-o a fazer parte do seu exército mas antes propôs-lhe, e se conseguisse dar-lhe-ia a sua filha em casamento e metade da riqueza do seu reino, matar os dois terríveis gigantes  da floresta.

Dirigiu-se para a floresta e conseguiu arranjar maneira dos dois gigantes se zangarem e até matarem-se um ao outro.Quando já estavam mortos deu-lhes uns golpes no peito com a sua espada para mostrar que foi ele quem os matou.

Quando chegou ao palácio o Rei teve de cumprir a sua promessa e mais uma vez o alfaiate conseguiu enganar todos.

publicado por saladosoceanos às 10:30
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ATÉ SEMPRE

. DIA DO AGRUPAMENTO-QUADRO...

. OCEANO NUMA GARRAFA

. FELIZ ANIVERSÁRIO

. GAZE À PROVA DE ÁGUA

. AMPULHETA

. DIA DA MÃE

. LIVRO DAS HISTÓRIAS DA SA...

. HISTÓRIA DA SALA DOS OCEA...

. DESAFIO DO MÊS

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds